domingo, 23 de novembro de 2008

Esclarecimento

Em primeiro lugar quero referir que a atitude que se segue, de vir por este meio responder a um comentário, não se irá criar hábito. Simplesmente achei que o meu amigo corvo tinha dito muita pouca verdade seguida e que isso justificava um esclarecimento público.
Caro corvo se calhar muito te estranha o facto de ter publicado o teu comentário. Mas sou uma pessoa de princípios e como não observei qualquer falta de educação no teu texto publiquei-o como prometido. Mas caro corvo, a mim pelo contrário, nada me estranha o facto de teres feito um texto cheio de poucas verdades. Um texto em que, tal como esperava, te referes a mim como filho de, etc etc… Aquela critica fácil sabes?!
Tanto quanto sei o executivo presidido pela Dra. Fátima Ramos nunca perseguiu, espezinhou ou humilhou ninguém. Por isso não entendo o teu comentário e não entendo porque não te assumes. Desafio-te, de qualquer maneira, a provar o contrário. Tanto quanto sei o Sr. Fernando Araújo foi duas vezes candidato do PS contra este executivo PSD e nunca ninguém o afastou do cargo de chefia que ocupava. Tanto quanto sei as admissões e as rejeições aos cargos de trabalho são feitas por júris, júris estes a que a Dra. Fátima Ramos nunca pertence. Acho mesmo que estás a confundir os tempos, no tempo dos teus amigos do antigo executivo é que houve um engenheiro preso dentro de um gabinete 4 anos, sem qualquer tipo de trabalho, apenas por ser presidente do PSD em Miranda do Corvo. No tempo desses teus amigos é que um funcionário era obrigado a estar fechado numa casota no meio do mato a guardar um pinhal, apenas por não partilhar as mesmas ideias políticas do antigo executivo. Não te apercebeste mas os tempos mudaram.
Quando falas de indemnizações não te percebo. É que, mais uma vez, tanto quanto sei a Miragira, ou qualquer outra empresa ou particular, nunca recebeu nenhuma indemnização da Câmara. Mais uma vez prova o que dizes. Ou então, passa-te a informar bem, é escusado passares por corvo mentiroso.
Quando falas da água, só podes ser ignorante ou então estás a falar com má fé. Mais uma vez confundes os tempos. No tempo do executivo PS as análises da água davam imprópria para consumo e ninguém se dava sequer ao trabalho de mudar isso. No tempo do Sr. Cosme os reservatórios, as captações e as estações elevatórias ou não tinham sistemas de tratamento de água ou então quando tinham estas não funcionavam. Caso não saibas com a Dra. Fátima Ramos todas têm esse sistema e em todo o lado estão a funcionar. Hoje em todos os sítios onde é possível temos água de qualidade. O problema é que infelizmente, às vezes, nem com sistemas de tratamento de água, é possível ter água boa em todo o lado. Isto deve-se à falta de água ou então à extrema má qualidade da água da captação em alguns locais.
Vou-te relembrar mais alguns pormenores meu amigo corvo, no tempo do PS as análises eram escondidas, até dos próprios vereadores da oposição. Hoje em dia toda a gente tem acesso às análises da água. Elas estão mesmo expostas na Câmara. Caso também não saibas, foi a Dra. Fátima Ramos uma das principais responsáveis pelo arranque da empresa Águas do Mondego. Empresa esta que trará água do Rio Mondego até Miranda. Isto não é uma promessa. Caso não tenhas reparado, informo-te que tens imensas estradas, no concelho, em obras devido a estarem a ser colocadas as condutas para trazer água com qualidade do Mondego para o teu concelho.
Quando falas do Rock na Quinta, noto claramente o teu ódio. Tu ficas triste por vir gente a Miranda. Antigamente é que era bom, gastávamos o dinheiro em jantares e coisas supérfluas. Mas ai, ai já tu não crocitavas, é que já nessa altura eras um corvo mal informado.
Passo agora para as zonas industriais, mais uma vez ou não sabes ou mentes. Por exemplo, em Poiares, a Zona Industrial foi criada há muitos anos. Eles aproveitaram os fundos da altura. O teu amigo Jorge não os aproveitou. Já devias ter lido que o actual executivo mirandense ampliou a zona industrial da Pereira e quer fazer duas novas Zonas Industriais. Também já devias ter lido que estamos pelo menos há três anos à espera da aprovação do governo para essas zonas. Também deves saber que há três anos que lá está o teu amigo Sócrates. Por isso passa a culpa-lo a ele.
Em relação às escolas vais ter de me explicar o que as escolas têm a ver com a IPSS. É que não consigo perceber.
Mas consigo perceber que tens um ódio imenso à ADFP. Diz-me amigo corvo, é inveja? Diz-me, qual é o teu problema? É que só te vejo criticar a ADFP. Fica-te mal. É que tens aquele discurso bonito de que existe gente que fica a passar fome quando é despedida, mas parece que por ti acabavas com o maior empregador do concelho.
Por falar em emprego, caso não saibas, para além de os super-mercados nos permitirem fazer as compras em Miranda também originam, em média, 30 postos de trabalho cada um.
Em relação às certificações, estas são atribuídas por entidades independentes ligadas ao Instituto Português da Qualidade. Penso que isto basta para te responder.
Acabo este texto dizendo-te, sou novo mas leio e informo-me. Acho que devias fazer o mesmo, porque tal como já te disse ao dizeres tanta pouca verdade seguida corre o risco de passar por corvo mentiroso ou ignorante. Talvez valesse a pena te informares bem, passares a ler em vez de acreditares nas histórias da Carochinha que os teus amigos te contam. Sabes amigo corvo, se estivesses mais atento escusavas de passar por uma vergonha destas, causada por uma pessoa tão nova…mas que lê.
Os tempos mudaram amigo corvo, voas tanto e apercebes-te de tão pouco. Mas eu compreendo, os corvos têm um cérebro pequenino demais. São mesmo animais irracionais. Não conseguem por isso assimilar e verificar tudo o que os humanos conseguem.

4 comentários:

corvo mirandense disse...

Menino José...Não vou dizer-te muitas coisas, porque:
1º Não tenho tempo para andar a responder a comentários a esta hora do dia..
2º- Nada do que eu referi é mentira e tu sabes, se não sabes, informa-te.
3º- Penso que não devias pensar que apenas os politicos do PS ou de outro partido qualquer, têm coragem e conhecimentos para fazer critica ao actual estado das coisas em miranda.
Já te disse que não sou politico, nem pretendo sê-lo. Mas tenho cérebro, e não dependo da tua familia para nada. Não sou dependendente de ADFP, " O grande empregador do concelho" nem de qualquer outra instituição politica ou privada que tenha algo a ver contigo. Portanto sinto me com à vontade para dizer o que me vai na alma, mas sem insultar quem quer que seja. Não estás habituado a este tipo de critica, feita com humor.
E, sinceramente, apesar de novo, já se pressente a tua veia politica, ou então foi o papá que escreveu o comentário, mas sejacomo for uma coisa te digo:
Estás a ficar com a mania da perseguição... Isso é muito mau. Não vás por aí...
Eu apenas pretendo denunciar comportamentos, informar e desabafar.
Mas, mais tarde, e com mais tempo te responderei...

Anónimo disse...

vamos lá ver se o que tu lês corresponde à verdade... loooooool

Carlos Pereira disse...

Segundo a Wikipédia – enciclopédia livre, político é alguém que manipule e influencie a opinião de um determinado grupo em seu favor. Pergunto eu, quem não é político na sociedade actual? Quem numa simples conversa de café, exemplo: discussão sobre uma decisão de arbitragem, não tentar mudar a opinião do grupo? Então é verdade ou não que todos nós somos políticos?
Na minha opinião quer os posts quer as “respostas” estão demasiado extensíveis, o que leva muitas vezes os leitores a não lerem ou a realizarem uma leitura na “diagonal”.
Não é que os assuntos não sejam interessantes, mas será mais “saudável” e benéfico para a exposição e troca de ideias, que cada post deveria ter um único assunto específico.
Também penso que o blog serve para as pessoas comentarem e não é certamente um jogo de “pingue-pongue” entre o autor e um único comentador…
De uma forma muito geral gostaria também de opinar sobre esta temática e tecer duas ou três opiniões: a primeira prendem-se com o facto de serem relatadas meias verdades ou meias mentiras, muitas delas baseadas em notícias falsas, sem sequer perceber ou questionar sobre a sua veracidade; a segunda é “a raiva” com que se fala de Instituições que são ou deveriam ser o orgulho de todos nós e a terceira para comparar os mandatos a uma “balança”.
A balança a que em refiro é das antigas, ainda tem dois pratos, que quando vazios estão no seu ponto de equilíbrio, contudo devemos considerar que um dos pratos suportas os aspectos positivos e o outro os negativos…..
Porque não acredito em mandatos ideais, mandatos sem erros ou sem más decisões, até porque os erros aparecem quando existem obras, há trabalho e são tomadas decisões, como tal é fundamental olhar para esta balança e ver qual dos pratos suporta maior peso, para que lado caí e francamente penso que está aos olhos de todos aqueles que querem ver, foram muitas as mudanças positivas e para melhor ocorridas em todo o concelho durante estes últimos anos.
A postura, o espírito de diálogo e a colaboração existentes actualmente no concelho são pontos muito fortes, que marcaram a viragem e estão para ficar……

corvo mirandense disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.